Assassinato do sobrinho de Popó é investigado como execução

Fonte: BNews

O assassinato do sobrinho do ex-pugilista Acelino “Popó” Freitas, Niljalma da Paixão Freitas, está sendo investigada pela Polícia Civil não apenas como latrocínio (roubo seguido de morte). Está sendo analisada a possibilidade de execução devido à forma como a dupla de criminosos aborda o jovem de 17 anos.

Niljalma morreu após ser baleado na noite do último sábado (24), no bairro da Baixa de Quintas, em Salvador, próximo à sua casa. O crime foi registrado por câmeras de segurança. Ele é atingido por três tiros ao tentar correr dos assaltantes.

Em entrevista ao Balanço Geral, na RecordTV Itapoan, na tarde desta terça-feira (27), um dos tios do garoto apela para que a polícia investigue o caso e prenda os envolvidos no assassinato. Tony relatou que a família está “destruída” e a comunidade reclama da violência constante na Baixa de Quintas.

“Era um garoto de 17 anos, um menino maravilhoso, muito amado, cheio de projetos, sonhos, cantava e dava canja em bandas conhecidas. A dor de perdê-lo é tremenda. Queremos respostas da polícia, esse crime não pode ficar impune. A Baixa de Quintas está entregue, são muitos assaltos, homicídios, tráfico de drogas. A dor que nossa família está passando é terrível demais”, lamentou Tony.

Ele lembra que o pai de Niljalma poderia ter sido assassinado também, pois os criminosos apontaram a arma para ele. “Poderiam ter sido dois homicídios […] Precisamos de um policiamento maior e de melhor qualidade aqui no bairro”, reforçou o tio.