Mandetta sobre Paulo Guedes: ‘Um homem pequeno para estar aonde está’

Fonte: BNews

O ex-chefe da Saúde Luiz Henrique Mandetta disparou contra o ministro da Economia, Paulo Guedes, durante audiência na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid, no Senado Federal, na tarde desta terça-feira (4).

O ex-ministro afirmou, durante a sessão, que Guedes é “desonesto” e “um homem pequeno para estar aonde está”. Mandetta relembrou a declaração feita pelo ministro da Economia de que o então titular da Saúde não fez a compra de vacinas contra o novo coronavírus, tendo verba para isso.

“Esse ministro, ele não soube nem olhar o calendário, pra ver que nem havia vacina sendo comercializada no período. Só posso lamentar”, declarou Mandetta. O ex-ministro deixou o cargo no dia 16 de abril de 2020.

Mandetta afirmou que, durante a sua gestão no Ministério da Saúde, Paulo Guedes “não ajudou nada” no combate à pandemia. “Só dizia ‘já mandei o dinheiro’, ‘quando que vai liberar?, ‘quando que vai abrir?”, criticou.

O ex-ministro avaliou que, em um momento em que o que mais afeta a economia é a saúde, o chefe do Ministério da Economia deveria alinhar um diálogo com a pasta. “Isso nunca aconteceu. Havia um distanciamento”.

De acordo com o ex-chefe da Saúde, o ministro da Economia “talvez seja uma das vozes que tenha influenciado o presidente”.

“O presidente começou a repetir esse mantra ‘entre saúde e economia, prefiro economia’, o que é um falso dilema”, afirmou Mandetta.

O ex-ministro criticou, ainda, a recente fala de Paulo Guedes de que não foi a pandemia que tirou a capacidade de atendimento do setor público, mas sim “o avanço na medicina” e “o direito à vida”. “Peço desculpas pelos idosos por estarem incomodando o ministro”, ironizou.