Após 423 mil mortes, governo cria Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid

Fonte: A Tarde

O governo publicou na noite desta segunda-feira, 10, em edição extra do Diário Oficial da União, decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro que institui a Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19. A criação da pasta acontece mais de um mês após ser anunciada.

Com o primeiro caso registrado em fevereiro de 2020, o Brasil registra, até o momento, 423,2 mil mortes por Covid-19, segundo dados do Ministério da Saúde desta segunda-feira. Anunciado como ministro em 15 de março, Marcelo Queiroga foi tomou posse pouco mais de uma semana depois, em 23 de março. Um dia depois da posse, o novo ministro anunciou a criação da Secretaria Extraordinária.

O novo órgão deve, segundo a Secretaria Geral da Presidência, “propor diretrizes nacionais e ações de implementação das políticas de saúde para o enfrentamento à covid-19, em articulação com os gestores estaduais e municipais”.

A Secretaria-Geral informou ainda que o decreto do governo promove remanejamentos e transformações de cargos e funções do Ministério da Saúde para criar a secretaria, sem aumentar as despesas. O novo órgão será integrado por servidores dos ministérios da Saúde e da Economia.