Ex-prefeito de Ilhéus tem prestação de contas desaprovadas e deve devolver mais de R$ 200 mil aos cofres públicos

Fonte: Aratu On

O ex-prefeito de Ilhéus, Newton Lima Silva, gestor entre 2007 e 2012, foi condenado pela Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE) a devolver mais de R$ 200 mil. A reunião do TCE, ocorrida nesta terça-feira (1/6), desaprovou a prestação de contas de um convênio realizado entre a prefeitura e a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder).

O acordo foi firmado para realizar a pavimentação asfáltica em ruas e avenidas de Ilhéus, no valor R$ 206.485,06. O TCE afirma que a obra não foi feita no prazo exigido e outras questões não foram regularizadas, ordenando que o ex-prefeito pague o valor cedido ao município, além de juros e atualização monetária.

Newton Lima e Silva também deverá a pagar multa de R$ 4 mil por conta de despesas não acordadas no contrato. Outro ex-prefeito, Jabes Souza Ribeiro, também terá que pagar multa, de R$ 1 mil, pois o TCE julgou que ele não adotou medidas efetivas para corrigir as falhas apontadas na prestação de contas da segunda parcela do convênio.