Grupo que matou menina de seis anos na frente da mãe está preso, anuncia Polícia Civil

Fonte: Aratu On

Suspeitos de matar a menina Maikele de Jesus Santos, de seis anos, assassinada no início do mês por uma bala perdida, já estão presos. Segundo comunicado enviado nesta segunda (31/5), o órgão relatou que localizou três pessoas envolvidas no crime, com a última prisão ocorrida na sexta-feira (28/5).

Os alvos da ação que vitimou a menina no último dia 2 de maio seriam Romério Ferreira dos Santos e Taique Silva Rodrigues, que também não resistiram. Maikele estava em casa, assistindo televisão, quando foi atingida na troca de tiros, na presença de sua mãe. Os pais da criança chegaram a fazer protestos e, em um deles, um grupo armado atirou contra os manifestantes.

De acordo com o titular da 1ª Delegacia Territorial (DT/Porto Seguro), Eridelson de Sousa Bastos, após o cumprimento do mandado, o último suspeito detido foi submetido a exame de lesões corporais e está à disposição da Justiça. “Posteriormente, ele será transferido para Itabuna, onde tramita a investigação”, acrescentou Eridelson.

O último rapaz tem 18 anos e, assim como seus dois comparsas, não teve a identidade revelada por conta da Lei de Abuso de Autoridade. A motivação do crime ainda não foi informada pela Polícia Civil.