Homem é condenado a 15 anos de prisão após esquartejar e comer corpo da própria mãe

Um homem, identificado como Alberto SG ou “o canibal de Ventas”, foi condenado pela Justiça Espanhola a 15 anos e 5 meses de prisão por matar, esquartejar e comer parte do corpo de sua mãe em 2019.

Segundo a agência AFP e o jornal El Periódico, o tribunal considerou que ele estava em posse de “suas faculdades mentais no momento do crime”, por isso deve cumprir a pena na prisão.

Além disso, denúncias apontam que Alberto e a mãe, de 69 anos, tiveram um desentendimento no apartamento que os dois moravam em Las Ventas, em Madri, no início de 2019.

Ainda conforme a publicação, Alberto SG estrangulou sua mãe e cortou partes de seu corpo com uma serra de carpinteiro e duas facas de cozinha. Conforme a promotoria, durante 15 dias, o acusado se alimentou de partes do corpo.

Partes do corpo também foram guardadas na geladeira, enquanto outros restos foram jogados no lixo ou entregues a cachorros. Além dos 15 anos de prisão, Alberto também terá que pagar ao irmão uma indenização de 60 mil euros (cerca de R$ 363,8 mil).