Arrecadação do ISS cresce pela primeira vez após 13 meses

Fonte: Radar da Bahia

A arrecadação do Imposto Sobre Serviço (ISS) em Salvador cresceu pela primeira vez após 13 meses, revertendo, em abril, a tendência de queda apontada desde o início da pandemia da Covid-19, em abril de 2020. De acordo com o Boletim Econômico-Fiscal, divulgado na quarta-feira (16) pela Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz), a arrecadação no quarto mês de 2021 foi 2,2% maior do que a do mesmo período do ano passado.

De acordo com a publicação, o resultado deve-se ao desempenho da área da saúde, com elevada participação do tributo. Quando comparados os valores reais do mesmo mês, em 2020 e 2021, o setor registrou um crescimento de 10,4%. Além da saúde, segmentos como serviços imobiliários, profissionais e de informação e comunicação também contribuíram para o avanço.

No entanto, os setores de hotelaria, turismo e cultura seguem em baixa. Ainda segundo o boletim, os resultados estão em um nível menor que a metade do que era há um ano. Além disso, serviços como construção civil, educação e atividades financeiras também não atingiram a recuperação da queda sofrida por causa do avanço nos casos da Covid-19.

Nos quatro primeiros meses deste ano, as receitas acumuladas de ISS somaram R$347 milhões, enquanto as despesas com o coronavírus, sozinhas, chegaram a R$315 milhões. Isso significa que, no primeiro quadrimestre de 2021, as despesas excepcionais com a pandemia representaram 91% do arrecadado do principal imposto do município.