Violência junina: mulher espancada e filmada por traficantes e outra esfaqueada pelo ex em Salvador

Fonte: Aratu On

O feriado de São João teve cinco assassinatos em Salvador, segundo Boletim da Secretaria da Segurança Pública. Destes, dois aconteceram em outras datas, mas as vítimas não resistiram mesmo internadas em uma unidade hospitalar. Uma delas é Tácia Fabiana Inácio dos Santos, de 36 anos, conhecida como “Tácia Mel”.

Segundo testemunhas, a mulher foi espancada por traficantes do bairro do São Gonçalo do Retiro, na noite do último dia 20. A vítima recebeu pauladas, socos e pontapés. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga a motivação da barbaridade, mas suspeita-se que Tácia tenha se desentendido com um dos suspeitos.

Toda a ação foi filmada e compartilhada em um vídeo que se espalhou no WhatsApp. As imagens, que não serão mostradas por possuírem alto teor de violência, mostram a mulher vestida com uma camisa branca, short e boné, já caída no chão e recebendo os castigos. Em um momento, Tácia chega a implorar para que as agressões parem.

Ferida, a vítima foi levada para o Hospital Geral do Estado, mas não resistiu no final da manhã de quinta-feira (24/6). O corpo dela foi encaminhado para o Instituto Médico Legal e não há informações sobre data e local do enterro.

Ainda na capital, outra violência contra a mulher chamou a atenção durante o São João. Joelma Reis Menezes, 49, sofreu uma tentativa de homicídio na madrugada, na Rua Ibirapuera, bairro do Barbalho.

De acordo com a Polícia Civil, ela foi esfaqueada e o principal suspeito do crime é o ex-marido, que não aceitava o fim do relacionamento. A vítima foi encaminhada para o HGE.

AUMENTO DA VIOLÊNCIA

No mesmo dia, em 2020, a SSP não havia registrado nenhum homicídio em Salvador. Os outros casos computados neste ano ocorreram nos bairros de Pau da Lima, Mata Escura e Pernambués, além das situações envolvendo Tácia e Carlos Alberto dos Santos Júnior, que sofreu uma tentativa de homicídio no dia 22 de junho.

Duas cidades da Região Metropolitana também computaram homicídios no feriado, sendo elas Dias D’Ávila – onde Erivaldo Gadelha da Silva, de 47, foi executado na Rua Nossa Senhora de Fátima – e Lauro de Freitas. Nesta última, a vítima foi identificada como Edvaldo Cabral Santos, 32. Os detalhes dos assassinatos não foram dados pela polícia.