Volume de serviços aumenta 1,2% em maio, segundo IBGE

Fonte: Bahia.Ba

O volume de serviços do país, no comparativo mensal, avançou 1,2% em maio. A expansão na média nacional, porém, não reverete as perdas de 3,4% de março quando houve fechamento de atividades por causa da segunda onda. Somando com abril, o setor teve expansão de 2,5% nos dois meses.

Segundo o IBGE, em maio o setor de serviços volta a ultrapassar o nível pré-pandemia, já que se encontra 0,2% acima dos valores de fevereiro de 2020. Os números foram divulgados nesta terça-feira (13).

Na série sem ajuste sazonal (frente a maio de 2020), o setor avançou 23,0%, a terceira taxa positiva seguida. O acumulado no ano chegou a 7,3% e o acumulado em 12 meses, a -2,2%.

A alta na passagem de abril para maio de 2021 foi gerada por melhoria em três das cinco atividades pesquisadas, com destaque para transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (3,7%) e para serviços prestados às famílias (17,9%)- ambos alcançando a segunda taxa positiva seguida após terem recuado em março.

Com menor impacto no índice geral, vieram os serviços profissionais, administrativos e complementares (1,0%).As quedas ocorreram em informação e comunicação (-1,0%) e os outros serviços (-0,2%).