Prefeito retira à força pessoas em situação de rua da cidade: “Não pode virar um lixo”

Fonte: BNews

O prefeito de Monte Mor, cidade do interior de São Paulo, tem retirado pessoas em situação de rua do centro com a justificativa de que o município não pode “virar um lixo”. Elas estão sendo enviadas para suas cidades natais.

Um dos grupos expulsos buscou apoio na polícia após afirmar que foi levado à força para uma outra cidade. As informações são da Folha de S. Paulo.

“Eu vou mostrar como se governa uma cidade. Fiquem bravo comigo. Podem ficar, mas agora tem prefeito nessa cidade”, disse Edivaldo Brischi (PTB), em um vídeo gravado por ele e publicado em redes sociais.

No vídeo, o gestor municipal afirma que, na quinta-feira (15), ordenou que os funcionários da prefeitura realizassem seis viagens para levar as pessoas sem-teto para suas cidades natais.

“Preciso cuidar da minha cidade. Pessoas do bem me ajudem! Me apoiem! Tem muita gente metendo o lôco (sic) no Edivaldo. O lôco (sic) no prefeito. Só que eu não aguento mais essa situação. Eu não posso ver minha cidade virar um lixo”, disse o prefeito.

Segundo o prefeito, moradores de rua provocam vandalismo e são responsáveis por atos obscenos praticados em locais públicos. Um inquérito foi aberto para apurar a prática do crime de constrangimento ilegal e pode ser levado ao Ministério Público.