“Caçada” aos ciganos que mataram PMs em Conquista pode ter confundido empresário que teve o corpo carbonizado

Fonte: Aratu On

A Polícia Civil investiga um homicídio cometido contra um empresário neste domingo (18/7), na zona rural de Vitória da Conquista, a 520 km de Salvador. Apurações não oficiais indicam que Diego Santos Souza, 29 anos, teria sido confundido com um dos ciganos, suspeitos de terem assassinado, na semana passada, dois policiais militares.

De acordo com a PC, o corpo da vítima, carbonizado, foi encontrado dentro de uma picape incendiada, no povoado de Boa Sorte. A Delegacia de Homicídios iniciou as investigações, mas não forneceu detalhes sobre o caso. A possível confusão feita pelos autores do crime foi relatada por amigos e familiares da vítima para um blog local.

A “caçada” aos ciganos já teve mortes e prisão. Na última terça-feira (13/7), um suspeito de participar das mortes dos PMs foi preso, após dar entrada no Hospital de Base de Vitória da Conquista. Outros três homens, que seriam da mesma família do homem preso, entraram em confronto com a polícia e são investigados de participação no caso.

Nesta segunda-feira (19/7), a cúpula da Segurança Pública da Bahia está na região. No auditório do 9º BEIC, ocorrerá uma coletiva de imprensa com o secretário Ricardo Mandarino, o comandante Geral da PM, coronel Paulo Coutinho, e a delegada geral Heloísa Campos Brito. O duplo assassinato dos policiais militares será o foco do debate que, também, vai tratar dos desdobramentos da operação de buscas pelos autores do crime.