Jovem que agrediu ex-companheira e desafiou a polícia em vídeo também teria estuprado a vítima, diz delegado

Fonte: BNews

O homem acusado de agredir a ex-companheira em Jaguaripe e gravar um vídeo admitindo o crime e desafiando a polícia também teria estuprado a vítima ao forçá-la a fazer sexo. A informação foi dada pelo titular da 23ª Delegacia Territorial (DT)/Lauro de Freitas, Joelson Reis, em entrevista ao programa Balanço Geral nesta segunda-feira (19).

O jovem de 25 anos está preso desde sábado (17), após ser acusado pela mulher, que tem 37 anos, de agressão, cárcere privado e estupro. Os dois se relacionavam à distância há apenas cinco meses. Ele teria também pego o celular dela para evitar que ela conseguisse se comunicar com outras pessoas e com a polícia.

Com medo de dar queixa na região de Jaguaripe, onde os crimes aconteceram, a vítima procurou a delegacia em Lauro de Freitas, onde mora. Ela passou pelo exame de sanidade física para comprovar as alegações de que foi obrigada a manter relações sexuais com o ex.

A Justiça determinou a prisão do acusado e estabeleceu medidas protetivas para a mulher. O delegado disse que a polícia montou uma operação e cercou a região onde o homem se encontrava, pois a casa em que ele estava era próxima a um rio e ele poderia utilizá-lo para tentar fugir.

Após ser levado para Santo Antônio de Jesus pelas equipes policiais, ele foi encaminhado para a carceragem de Lauro de Freitas. Nesta segunda, ele foi levado para o presídio de Valença.