Bolsa Esporte vai financiar atletas baianos em R$ 1,2 milhão

Fonte: Bahia.Ba

O programa Bolsa Atleta, do governo estadual, vai financiar até 139 desportistas baianos. O edital da sexta edição do incentivo foi publicado neste sábado (7), no Diário Oficial do Estado. O valor corresponde ao dobro dos recursos desembolsados na edição anterior.

Ao comentar este investimento nas redes sociais, o governador Rui Costa destacou o desempenho dos baianos na Olimpíada de Tóquio. Somente na madrugada da sexta-feira (6) para este sábado, dois atletas – Hebert Conceição (boxe) e Isaquias Queiroz (canoagem) – conquistaram o topo do pódio.

“Se a Bahia fosse um país, neste momento, teríamos a mesma quantidade de medalhas de ouro que o Brasil”, celebrou o governador no Twitter. A postagem ocorreu antes da conquista no futebol. Àquela altura, o Brasil contava também com as medalhas de ouro da baiana Ana Marcela (Maratona Aquática), além de Rebeca Andrade (ginástica), Martine Grael e Kahena Kunz (Iatismo) e Italo Ferreira (surf).

“Nossas conquistas, ao longo da história, foram fruto de muita luta e resistência. Somos um povo incansável, guerreiro, “casca grossa”, como disse Isaquias. A gente merece… e os atletas baianos merecem e precisam de apoio”, completou o governador.

Neste ano, o Bolsa Esporte paga de R$ 380 a R$ 2 mil por mês para 37 modalidades olímpicas e 21 paralímpicas e 25 classificadas no edital. O incentivo financeiro do programa é concedido, mensalmente, pelo prazo de um ano, podendo ser renovável por igual período.

“ Esta semana, já foi divulgada a lista das primeiras 57 propostas de um outro programa de incentivo, o FazAtleta, que este ano terá investimento de R$ 4,5 milhões”, informou o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães. O Edital do Bolsa Esporte e anexos estarão disponíveis no site da Sudesb (www.sudesb.ba.gov.br) a partir da segunda-feira (9).