Caso Joice Hasselmann caminha para arquivamento pela polícia, diz coluna

Fonte: Bahia.Ba

Caminha para o arquivamento pela Polícia Civil de Brasília o inquérito do caso da deputada federal Joice Hasselmann, que aconteceu em 18 de julho quando a parlamentar caiu em seu apartamento, sofreu cinco fraturas no rosto e uma na costela, além de cortes e hematomas pelo corpo. A informação é da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Joice disse em algumas entrevistas suspeitar de um “atentado” mas, de acordo com informações obtidas na 2ª Delegacia de Polícia, que investiga o episódio, a tendência é o arquivamento do caso.

Está prevista para breve a divulgação do laudo do exame toxicológico a que Joice se submeteu no IML do Distrito Federal há pouco mais de duas semanas. O exame identificou duas substâncias a partir da análise da amostra sanguínea colhida: zolpidem (usado para tratamento de insônia) e ansiolíticos.

A própria Joice admitiu ter tomado naquela noite um Stilnox (à base de zolpidem) — aliás, ela disse fazer uso regular do medicamento, que pode causar amnésia.
Ainda falta, porém, segundo a publicação,uma outra perícia ser concluída: a do maço de cigarros que Joice encontrou em seu apartamento. Segundo ela, o maço não seria de ninguém que mora ou trabalha lá.