Governo da Bahia aciona STF para cobrar compensação no envio de vacinas contra a Covid-19

Nesta sexta-feira (20), o Governo da Bahia Rui Costa protocolou uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para cobrar a compensação no envio de doses de vacinas contra a Covid-19 por parte do Ministério da Saúde. A ação movida pela Procuradoria-Geral do Estado da Bahia (PGE-BA) pede o envio de mais de 1 milhão de doses entregues a menos do que deveria, de acordo com a população do estado.

Inicialmente, a estratégia anunciada pelo Ministério da Saúde foi de fazer o cálculo com base na quantidade de pessoas pertencentes aos grupos prioritários na lista de imunização, o que é questionado pelos governadores e por especialistas.

No última terça-feira (17), o governador Rui Costa (PT) já tinha prometido acionar o Supremo caso o Ministério não solucionasse o problema.

Nesta semana, a pasta chegou a anunciar que iria fazer o envio de novos lotes para as cidades que ainda não concluíram a vacinação de toda a população adulta com a primeira dose, uma promessa do governo para até o fim de setembro. No entanto, não se pronuncia sobre a reposição de doses em alguns estados, como na Bahia.