Rainha da Suécia elogia Vitória da Conquista por complexo de escuta protegida

Fonte: Bahia.Ba

O município de Vitória da Conquista se tornou o primeiro do Nordeste a implementar a lei 13.431/2017, que assegura, por meio de procedimentos especiais como a escuta especializada e o depoimento especial, que meninos e meninas vítimas ou testemunhas de violência possam ser ouvidas em ambiente especial e protegido – e apenas uma vez -, por todos os órgãos envolvidos no inquérito, evitando a revitimização e acelerando o processo.

A instituição ChildHood Brasil, parte da World Childhood Foundation, criada em 1999, pela rainha Sílvia Renata Sommerlath, da Suécia, com o objetivo de promover melhores condições de vida e de defesa do direito das crianças contra a pobreza e o abuso sexual, é parceira da Prefeitura de Vitória da Conquista no projeto da implementação da Lei da Escuta Protegida e do complexo inaugurado.

Em reconhecimento, a própria rainha da Suécia enviou um vídeo gravado no palácio real, em Estocolmo, para os presentes na inauguração. Na fala de quatro minutos, ela parabenizou a todos os envolvidos no que considerou um “importante passo no enfrentamento das violências em especial da violência sexual contra crianças e adolescentes”.

A rainha ainda se disse orgulhosa por poder participar da conquista. “Nos enche de esperança saber que iniciativas como esta podem fazer muita diferença na vida de um criança ou adolescentes vítimas de violências, em especial a violência sexual”, afirmou.

Segundo Sílvia, pelas experiências em curso no Brasil e em todos os outros países do mundo, sabe-se que os serviços integrados possibilitam encurtar a via crucis que as crianças e adolescentes precisam percorrer para serem atendidos.