Lula discute possível participação em atos de 7 de setembro

Fonte: A Tarde

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT-SP) avalia participar das manifestações de 7 de setembro. À frente nas pesquisas de intenção de voto para as eleições presidenciais de 2022, o petista vai se encontrar na tarde desta terça-feira, 31, com movimentos sociais que participam da coordenação da campanha Fora Bolsonaro, como CUT, MST e Central de Movimentos Populares (CMP), para discutir os atos na data.

Ausente de manifestações anteriores, Lula decidiu não participar para não gerar aglomerações durante a pandemia da Covid-19 e também pela incerteza a respeito das condições de sua segurança individual.

Desta vez, no entanto, tem ganhado força no entorno do ex-presidente a discussão de que a comoção sobre o 7 de setembro é inspirada por um embate entre autoritarismo e democracia do qual o petista deveria fazer parte, conforme apuração da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo.

A campanha Lula Livre, formada por movimentos aliados do ex-presidente que sustentaram as manifestações pelo fim da sua prisao, já produziu material associando a imagem do ex-presidente e as manifestações de 7 de setembro, por exemplo.