Reprovação ao governo Bolsonaro volta a crescer, aponta pesquisa

Em meio à crise institucional do Planalto com os demais Poderes, a reprovação ao governo Jair Bolsonaro voltou a aumentar. A reprovação ao governo alcançou a marca de 48% – um aumento desde o último levantamento, quando foi registrada em 44%.

Em todos os estados do Brasil, a impressão negativa do seu governo supera todas as avaliações positivas. Acompanhando a tendência, a avaliação positiva do governo Bolsonaro no geral caiu de 26% para 24%, de acordo com a pesquisa Quaest, realizada entre 29 de julho e 1° de agosto, e publicada nesta quarta-feira (1°).

A avaliação do presidente é ruim em ambos os sexos, diferentes faixas etárias, níveis de escolaridade e faixas de renda. A pesquisa aponta que Bolsonaro perdeu apoio inclusive entre os evangélicos, que se constituem como base de apoio mais sólida do governo.