Feira de Santana: Médico suspeito da morte da ex-companheira se apresenta à polícia

Fonte: BNews

O médico Antônio Marcos Rego Costa, suspeito da morte da ex-mulher Gabriela Jardim Peixoto, se apresentou à polícia após retornar do Acre no Complexo de Delegacias do bairro Sobradinho, no município de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, na manhã desta sexta-feira (3).

Ele é o principal suspeito do crime, segundo a titular do caso da 1ª Delegacia Territorial de Feira de Santana, Claudiane Passos. O crime tem cunho passional, já que ciúmes teria sido a motivação do feminicídio.

Ainda segundo a delegada, amigos do casal contaram em depoimento que a relação entre dois começou a ficar conturbada após a prática de sexo grupal. Gabriela já teria terminado a relação com Antônio Marcos e estava se relacionando com outra pessoa, no entanto, o médico não aceitava o fim da relação e tentava reatar com a ex.

Leia também:

Caso Gabriela: Mulher que fez sexo a três com ex-casal estava morando na casa da vítima, diz delegada

Polícia pedirá prisão preventiva de médico suspeito de matar ex-namorada em Feira de Santana

“A senhora Gabriela começou a fazer práticas sexuais em grupo juntamente com o marido, mas em sem seguida, a relação entre os dois passou por certa conturbação. Chegamos a colher que os dois já estavam em um processo de separação. Inclusive, Gabriela já estava num relacionamento com outra pessoa, mas havia a tentativa de retorno por parte do senhor Antônio Marcos”, relata a responsável pelas investigações.

Ainda conforme Bastos, a pessoa que Gabriela estava se relacionando nada tem a ver com a prática de sexo grupal e nem com o crime. “Essa pessoa já foi devidamente ouvida. Já esclareceu os fatos e nada tem a ver com a situação”, diz.

No carro do suspeito, os peritos teriam encontrado vestígios de sangue. Ele foi visto ao lado da vítima momentos antes do seu desaparecimento. Informações iniciais apontam que Gabriela teria emprestado R$ 100 mil ao ex-namorado.