Operação Unum Corpus: Grupo que roubava gados da Bahia para Pernambuco é preso

A Polícia Civil da Bahia conseguiu identificar e prender um grupo suspeito que realizava roubos de gado no interior do estado, mais precisamente, no município de Catu e regiões adjacentes.

A ação, que faz parte da operação Unum Corpus, divulgada nesta sexta-feira (03), foi iniciada há cerca de dois meses e, até o momento, 54 animais foram roubados e retirados do estado, sendo levados para a cidade de Caruaru, em Pernambuco. Na terça-feira (31), policiais viajaram para a cidade pernambucana a fim de tentar localizar novos suspeitos e o restante do gado.

Em conversa ao BNews, a diretora do Departamento de Polícia do Interior, delegada Rogério Araújo, detalhou que o grupo agia sempre no turno da noite e com caminhões que fazem transporte de gado. “Eles normalmente chegavam de madrugada já com os veículos. Foram apreendidos dois caminhões que fazem transportes de gados e retiraram imediatamente do estado, o que dificultava a localização tanto dos veículos, quanto da recuperação”.

Questionada sobre o destino dos animais, a delegada comenta que os gados eram vendidos e que agentes seguem realizando diligências em algumas fazendas em Caruaru para identificar o gado. “ Há informação de que parte deles não foram abatidos e estão no intuito de recuperar, pelo menos, parte dessas cabeças de gado”.

Operação Unum Corpus

A primeira fase da ‘Operação Unum Corpus’, que reuniu as 26 Coordenadorias Regional de Polícia do Interior (Coorpins), em uma ação integrada nesta quinta-feira (02), prendeu 54 pessoas. Com 103 mandados de busca e apreensão e 44 mandados de prisão. Além disso, no estado, foram apreendidos 4 kg de drogas, entre maconha, cocaína e crack, e sete armas.

Entre as ações de destaque, está a prisão do chefe do tráfico em um bairro de Paulo Afonso e do suspeito de ter praticado homicídios na disputa pelo comércio de entorpecentes, no mesmo município. Em Trancoso, dois homens envolvidos em uma tentativa de homicídio e em um sequestro foram capturados em flagrante.