PGR pede prisão domiciliar para Roberto Jefferson

Fonte: Bahia.Ba

A Procuradoria-Geral da República (PGR)defendeu nesta quarta-feira (8) que o ex-deputado Roberto Jefferson passe da prisão preventiva à prisão domiciliar, com tornozeleira eletrônica. O documento foi assinado pela subprocuradora Lindôra Maria Araújo. A informação é da coluna de Guilherme Amado, do portal Metrópoles.

Segundo Lindôra, a prisão domiciliar de Jefferson “é medida suficiente para garantir a ordem pública”. Denunciado pela PGR, o presidente do PTB está preso no Rio de Janeiro desde 13 de agosto, acusado de integrar uma organização criminosa digital para atacar a democracia.

No último dia 27, Lindôra já havia opinado pela flexibilização da pena de Jefferson. Quatro dias depois, o ministro Alexandre de Moraes negou um pedido da defesa para soltar o ex-deputado, que mesmo preso continuou a atacar o ministro.