Superintendência-Geral do Cade avaliza venda da Unidas para Localiza

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou a aprovação com condicionantes da compra da Unidas pela Localiza. O negócio foi anunciado em 2020 e deve girar em torno de R$ 12 bilhões. A decisão final, a cargo do Tribunal do Cade, deve sair até janeiro de 2022.

A Localiza é líder de mercado de locação de veículos. Em despacho datado da segunda-feira (6), a Superintendência-Geral propôs que a aprovação final da transação seja condicionada à celebração de Acordo em Controle de Concentrações (ACC). “O ato de concentração não pode ser aprovado da forma como foi apresentado ao órgão antitruste”, afirmou o órgão.

Outra preocupação da Superintendência-Geral é o contrato da Unidas com a norte-americana Vanguard Car Rental, segundo o qual a brasileira representa no país as marcas Alamo, Enterprise e National, além de proibir a Vanguard de operar no Brasil. Quanto aos segmentos relacionados à venda de veículos usados e à gestão e terceirização de frotas, a avaliação do órgão da Cade é de que não há riscos à concorrência. Fonte: Reuters Brasil