“Bolsonaro pode ter ultrapassado o limite em palavras, mas não em ações”, diz Guedes

Fonte: Radar da Bahia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, foi questionado por investidores estrangeiros sobre as manifestações do 7 de Setembro e o comportamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, em razão da crise institucional do país e dos seus reflexos na economia. O titular da equipe econômica afirmou que o chefe pode ter passado dos limites em palavras, mas não em ações, e acrescentou que o mandatário está fazendo “o máximo que pode” para permanecer nas regras do jogo.

“Atores, especificamente o presidente, podem ter ultrapassado os limites em palavras, mas não em ações. Mas a coisa é: e os atos? O presidente nunca mandou prender ninguém, nunca transgrediu nada no campo fiscal. O presidente está tentando muito, o máximo que ele pode, para ficar dentro das quatro linhas”, afirmou o ministro durante evento virtual do banco Credit Suisse. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.

Em diversos momentos da fala do ministro, era possível ouvir sons de buzina ao fundo. Ele estava na Esplanada, onde caminhões ocupavam as vias e canteiros desde segunda. Em certo momento, quando o buzinaço ficou mais intenso, Guedes explicou aos estrangeiros que assistiam que aquele era um exemplo de como a democracia brasileira era barulhenta e que os caminhoneiros estavam deixando o local.