Roberto Jefferson é condenado por ataques homofóbicos a governador do RS

Fonte: A Tarde

Roberto Jefferson, presidente nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), foi condenado a pagar R$ 300 mil por ofensas homofóbicas proferidas contra o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB).

Segundo o magistrado responsável pela decisão, em uma das ofensas divulgadas nas redes sociais, Roberto “incitou de forma chula o preconceito contra homossexuais a partir da criação de factoides”.

Em um outro comentário, Jefferson “induziu e incitou discriminação e preconceito de orientação sexual ao associar à suposta condição de homossexual do governador do estado qualidades negativas”.

No mês de agosto, Roberto foi preso por suspeita de participação em uma milícia digital voltada a ataques à democracia. Neste mês, ele está internado desde o dia 05 de setembro em um hospital do Rio de Janeiro, onde trata uma infecção nos rins.