Festa clandestina com mais de mil pessoas é encerrada em Paripe

Fonte: BNews

Uma festa clandestina, com mais de mil pessoas, foi encerrada na noite deste domingo (12), na região de São Tomé de Paripe, em Salvador. A casa de show Arena Beira Mar teve os equipamentos sonoros apreendidos e o local interditado.

Além de não estarem com a máscara de proteção recomendada pelas autoridades de saúde devido a pandemia do novo coronavírus que ainda circula pela capital baiana, os participantes da festa ‘curtiram’ os shows, sem distanciamento social, dos cantores A Braba, A Dama, O Poeta e Juninho Lopez.

O trabalho foi em conjunto da Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Sedur) e da Polícia Militar.

No último sábado (11), o governo do estado liberou a realização de eventos com até mil pessoas, mesmo durante a pandemia. Os dados serão analisados até o dia 21 para observar sobre a queda ou crescimento de casos da Covid-19, em Salvador.

Para a realização destes eventos, todos os envolvidos, entre artistas, público, equipe técnica e colaboradores, deve comprovar ter tomado as duas doses de vacina ou dose única, apresentando o documento de vacinação fornecido no momento da imunização ou o certificado obtido através do aplicativo ‘CONECT SUS’ do Ministério da Saúde.