Justiça concede habeas corpus e João de Deus volta a cumprir prisão domiciliar

Fonte: Aratu On

O tribunal de justiça de Goiás aceitou o pedido de habeas corpus João Teixeira de Faria, mais conhecido como João de Deus, e o médium, que foi condenado a 60 anos de prisão, retornará a prisão domiciliar.

João de Deus cumpre pena desde 2018 e havia sido enviado para o Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia no dia 26 de agosto a pedido do Ministério Público de Goiás. Ele é condenado por uma série de abusos sexuais contra mulheres durante atendimentos espirituais.

As vítimas contam que os crimes ocorreram quando elas buscavam atendimento espiritual na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia. O religioso foi condenando por cinco estupros de vulneráveis, sendo que 19 anos e 4 meses de reclusão são por violação sexual mediante a fraude na modalidade tentada, violação sexual mediante fraude e 2 estupros de vulneráveis.

Ele nega as acusações. João de Deus já estava cumprindo pena em regime domiciliar por causa da pandemia do coronavírus, mas voltou ao presídio após a 15ª denúncia apresentada pelo MP contra ele.

Segundo a defesa dele, o Tribunal de Justiça reconheceu a falta de ocorrência de novos crimes além da ausência de “contemporaneidade da prisão decretadabcom os fatos sob investigação”.

Por conta disso, os argumentos apresentados a cerca da dignidade da pessoa humana por conta da idade avançada e das doenças crônicas do réu foram aceitos. Agora, ele deve voltar a responder pelos seus crimes em sua casa, em Anápolis, a 55 km de Goiânia.