PM é preso suspeito de participar de sequestro seguido de homicídio na Bahia; agente pode estar ligado a grupo de extermínio

Fonte: Aratu On

Um policial militar aposentado que não teve a identidade revelada foi preso na manhã desta quinta-feira (30/9) pela Força Tarefa de Combate a Grupos de Extermínio e Extorsões da Secretaria de Segurança Pública.

A ação fez parte da Operação Tocaia, que visa elucidar um caso de sequestro seguido de homicídio ocorrido em 2019, no município de Sátiro Dias, a 221 km de Salvador.

Além disso, foram cumpridos cinco mandados de busca e houve apreensão de munições, uma arma de fogo, uma faca e documentos na cidade de Alagoinhas. A Força Tarefa está investigando a participação do preso em um grupo de extermínio do Nordeste da bahia. Os mandados foram expedidos pela vara de crime de Inhambupe.

O alvo da operação também foi autuado em flagrante por portar arma de uso restrito de maneira ilegal. Trata-se de uma pistola Tauros 9 mm. Ele foi interrogado e, em seguida, encaminhado para a relização de exames de corpo de delito e depois foi encaminhado à custódia no Batalhão de Choque.