Cinco pessoas são executadas na fronteira entre Brasil e Paraguai; entre vítimas estão vereador e filha de governador

Fonte: BNews

Cinco pessoas foram executadas em menos de 24 horas na região da fronteira entre o Brasil e o Paraguai. Entre as vítimas estão o vereador de Ponta Porã (MS) Farid Charbell Badaoui (DEM), de 37 anos, e a jovem Haylee Acevedo, de 21 anos, filha do governador do estado paraguaio de Amambai, Ronald Acevedo.

As mortes ocorreram na cidade paraguaia de Pedro Juan, que divide fronteira com Ponta Porã. Além de Farid e Haylee, foram assassinados ainda Omar Vicente Álvarez Grance, de 32 anos, atingido por 31 tiros; Kaline Reinoso de Oliveira, de 22 anos, com 14 tiros; e Rhamye Jamilly Borges de Oliveira, de 18 anos, ferida por 10 disparos de arma de fogo.

O primeiro a ser morto foi o vereador, na tarde desta sexta-feira (8), enquanto andava de bicicleta. Poucas horas antes ele havia avisado, por meio de publicação nas redes sociais, que passaria com o veículo em algumas repartições.

As polícia brasileira e paraguaia investigam os assassinatos e se há algum tipo de relação entre as cinco execuções.