Eduardo Bolsonaro critica herói bissexual: intenção é destruir a masculinidade

Fonte: Bahia.Ba

Após receber a notícia que o filho do Superman, Jon Kent será bissexual em uma nova edição dos quadrinhos ‘Superman: Filho de Kal-EL’, o deputado Eduardo Bolsonaro se mostrou, nesta terça-feira (12), indignado a decisão da DC Comics.

Através do perfil oficial no Twitter, o filho do presidente Jair Bolsonaro disse que a intenção “não é democratizar os super-heróis” e sim “destruir a masculinidade dos mais tolerantes”.

“Chegou o dia em que é obrigatório! Para ser aprovado pelo establishment midiático é preciso pagar um pedágio, eles querem decidir por você e ditar o monopólio das virtudes”, disse.

“A intenção não é democratizar os super-heróis ou tornar o mundo + tolerante, é o contrário: destruir a masculinidade dos mais tolerantes p dominar estes cordeiros e instigar o ódio nos resistentes para poder acusá-los de homofóbicos e depois a esquerda se dizer protetora dos gays”, acrescentou horas depois.