Lula estuda formar federação do PT com outros partidos da esquerda

O ex-presidente Lula tem avaliado a possibilidade de formar uma federação entre o PT e partidos de esquerda para a disputa das próximas eleições, conforme informações do site O Antagonista.

De acordo com publicação, esse tipo de aliança não é permanente, como a fusão entre o Democratas e PSL, que originou o União Brasil, mas sim uma junção entre duas ou mais legendas que precisa durar, no mínimo, quatro anos. Sendo assim, o grupo fica unido, por pelo menos uma eleição nacional e uma municipal.

Para o site, um dirigente da Rede afirmou que não há chance do partido aderir a federação. O PDT é outra legenda que rejeita a ideia.

Já o presidente do PSB, Carlos Siqueira, disse para o site que “o tema está em discussão” e admitiu que essa “é uma possibilidade”. Psol e PCdoB também negociam com os petistas, mas precisam ajustar com Lula palanques regionais. O PV também não descarta a possibilidade de federação.