Secretário de Cultura ameaça ir à justiça contra quem divulgar Papai Noel gay

O secretário nacional de Fomento e Incentivo à Cultura da Secretaria Especial de Cultura, André Porciuncula, ameaçou acionar a Justiça contra qualquer veículo que divulgue a propaganda natalina norueguesa. Na peça publicitária, o Papai Noel é retratado beijando outro homem.

Segundo Porciuncula, ele vai apresentar uma “notícia-crime” contra quem reproduzir a peça. Em rede social, ele justificou que o Papai Noel é parte da “fé cristã” e por isso a paródia é um desrespeito. Ainda de acordo como o bolsonarista, quando os meios de comunicação brasileiros noticiam o fato eles ferem a crença religiosa.

A propaganda citada é da Posten, agência estatal equivalente ao Correio. Ela mostra um relacionamento de Papai Noel com um homem e, no fim do vídeo, eles se beijam. “Estes anos (a campanha) é sobre amor, ressaltando o fato de que 2022 marca o aniversário de 50 anos da descriminalização da homossexualidade na Noruega”, disse a empresa em comunicado.