Campeão Olímpico é derrotado em ação no STJ, diz coluna

O nadador Cesar Cielo, único brasileiro a ser campeão olímpico, após conquistar o ouro nos 50 metros livre nos Jogos Olimpicos de 2008 em Pequim, perdeu ação no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para a marca Cielo, usada pela Cielo S.A. A relatora do processo foi a ministra Isabel Gallotti. A informação é da coluna de Ancelmo Gois, do jornal O Globo.

A defesa de Cesar Ciello, atleta brasileiro que mais ganhou medalhas em campeonatos mundiais de qualquer esporte, com 19 medalhas, alegava que “o termo Cielo se constituir em patronímico do nadador”.